Hora Certa
Últimos assuntos
» Excessos, sempre os excessos
por Fernando Nunes Qui 5 Mar 2015 - 16:37

» Conhecendo as Missões
por Fernando Nunes Qui 5 Mar 2015 - 14:28

» Só Animais
por CarlosCareca Qua 28 Maio 2014 - 15:34

» Só Preto e Branco...
por CarlosCareca Sex 10 Jan 2014 - 22:22

» Só paisagens
por CarlosCareca Qui 17 Out 2013 - 15:13

» Só pôr do sol
por CarlosCareca Ter 27 Ago 2013 - 9:00

» Onde o Corpo pagou e a Alma penou
por CarlosCareca Dom 21 Jul 2013 - 22:13

» Lagoa Azul Lagoa dos Patos Mostardas Tavares
por CarlosCareca Ter 23 Abr 2013 - 9:12

» Ruinas do Cassino e Parque do Saiqui em Canela
por CarlosCareca Seg 15 Abr 2013 - 21:27

» Só Flores...
por CarlosCareca Seg 15 Abr 2013 - 14:23

» Resumo do verão
por CarlosCareca Dom 17 Mar 2013 - 1:33

» Só esportes
por Geovane Rediss Ter 12 Mar 2013 - 21:02

» Só Panning
por Geovane Rediss Ter 12 Mar 2013 - 21:00

» Picada Café em um Click
por Juliano Dias Dom 10 Mar 2013 - 22:19

» Cavalgada 2013 - Praia da Ancora(Arroio do Sal - RS)
por CarlosCareca Qui 7 Mar 2013 - 10:07

SINOS Foto Clube web site
Visite nosso site
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Previsão do Tempo
Fale com o SFC

Clique aqui para falar com o SFC, se apresentar, solicitar informações sobre como ingressar no clube, etc.

Flickr: a fotografia dos negócios em freemium

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Flickr: a fotografia dos negócios em freemium

Mensagem por Daniel A.Donaduzzi em Qua 2 Set 2009 - 9:43

Fonte: http://portalexame.abril.com.br/blogs/zeroseuns/20090831_listar_dia.shtml?permalink=192422
Flickr: a fotografia dos negócios em freemium
Por Luiza Dalmazo | 31/08/2009 - 12:33
Um dos modelos mais tradicionais de fazer negócios na internet (dentro do modelo freemium) é do site de imagens Flickr. Por isso fomos atrás deles para a matéria da última edição, chamada ''Grátis, pero no mucho''.

Conversei por telefone com Douglas Alexander, gerente geral do Flickr, para descobrir como eles desenharam o negócio. Abaixo, os principais trechos da conversa.

Como o Flickr estabeleceu seu modelo de negócios?
O Flickr tem um modelo diversificado de negócios baseado em quatro fontes de receita. A primeira é a assinatura de serviços considerados Premium. A segunda são os anúncios, que só ficam visíveis para quem não é assinante Premium. A terceira é licenciamento, que é uma parceria que temos com a Getty Images, e a última são transações que fazemos com empresas de impressões e protótipos.

Nós fomos fundados em 2004 e começamos a vender assinaturas em 2006, não muito tempo depois de o Flickr ser adquirido pelo Yahoo (em 2005). Fizemos isso por causa das necessidades de armazenamento. O desenvolvimento dessa estratégia se explica em parte pela necessidade de mais capital que enfrentávamos para hospedar as fotos. Mais importante, vimos um meio para ter um envolvimento maior e mais profundo com os nossos membros. Então acrescentamos funcionalidades, atrativos e benefícios para ajudar àqueles que pretendiam ser usuários bastante ativos do site.

Alguns especialistas dizem que o mais difícil é começar a cobrar por algo que antes era gratuito. Como foi isso para vocês?
Eu concordo que é difícil para um produto de vida avançada passar de um modelo totalmente gratuito para o modelo Freemium. No nosso caso, conseguimos fazer cedo o suficiente no ciclo de vida do Flickr e não tivemos um grande impacto negativo. O mais importante é que fomos capazes de ver que nós conseguiríamos oferecer algo mais valioso, empolgante, ativo e adicional. É como entrar a um clube exclusivo. Acho que isso ajuda. Acho que se você entrega algo significante, diminui esse impacto. É por isso que conseguimos ter sucesso e não causou muita preocupação a nossa base de usuários do serviço gratuito.

Existem pelo menos quarto tipos de freemium (de tempo limitado, funcionalidades limitadas, por odem de chegada e tipo de usuário). Como foi definido o modelo do Flickr?
Nós reconhecemos que precisávamos capitalizar o nosso sistema e isso não é diferente do que o setor de mídia passou. Você tem uma marca respeitável, um conteúdo importante e precisa de contribuição mais efetiva. Nós reconhecemos que só uma pequena porcentagem de membros seria Premium, mas a contribuição deles poderia nos ajudar a sustentar a estrutura para todos os tipos de consumidores. Ironicamente nós estamos mostrando anúncios somente para os que não pagam nada. Se eles pagam não precisam ser expostos aos anúncios, é um dos benefícios. Se você escolhe não pagar...

Quantos assinantes o Flickr tem e quantos deles são premium?
Nós posso revelar, mas posso dizer que é uma pequena porcentagem da base registrada. Temos 40 milhões de pessoas registradas no site, é bem menos do que os 85 milhões de visitantes que recebemos.

Qual é o maior desafio quando uma empresa adota o modelo Freemium?
Acredito que é ter certeza de que a proposição de valor está correta e sólida. O que vemos em muitos negócios é uma reação muito tardia na atividade. Os usuários de internet podem sentir quando a estratégia não é bem estruturada e o que é oferecido não tem tanto valor macroeconomicamente. Acho que é por isso que o Flickr conseguiu ser bem sucedido, porque introduzimos esse conceito no começo e oferecemos um valor real com uma conexão emocional, apesar de ser muito difícil dizer aonde está a conexão emocional.

Você acredita que o modelo Freemium vai se tornar mais comum na internet?
Acho que sim. Isso depende do conteúdo e do tipo dos sites. Particularmente entre os sites que geram conteúdo quando eles percebem que não são sustentáveis.

Que novas áreas poderiam aderir a esse modelo?
É difícil dizer, porque dentro das mesmas áreas tem bons exemplos e casos que não deram certo. Na indústria de mídia, o Wall Street Journal deu certo, mas a maioria dos demais, não. Eu não sei no Brasil, mas muitas empresas estão com dificuldade de encontrar seus modelos na internet. Claramente essas empresas estão sofrendo muita pressão sobre como obter receita da mídia online, o que é muito desafiador.

_________________
Daniel A. Donaduzzi
Like a Star @ heaven meu e-mail: dannbrazil@gmail.com
Like a Star @ heaven visite meu Flickr
Like a Star @ heaven visite meus threads no SkyscraperCity

www.facebook.com/DanielDonaduzzi

Daniel A.Donaduzzi
Fala pelos cotovelos
Fala pelos cotovelos

Masculino Número de Mensagens : 2693
Idade : 50
Localização : Sapiranga, RS
Faz o que da vida : Analista de Sistemas
CISFC: : ***
Data de inscrição : 27/10/2008

http://www.flickriver.com/photos/dannbrazil/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flickr: a fotografia dos negócios em freemium

Mensagem por Geovane Rediss em Qua 2 Set 2009 - 11:58

Bela materia!

Geovane Rediss
Admin
Admin

Masculino Número de Mensagens : 896
Idade : 51
Localização : Novo Hamburgo
CISFC: : **
Data de inscrição : 25/06/2009

http://www.flickr.com/photos/geovanerediss

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum